Postagens

Imagem
Gosto de como a psicologia define reação. Manifestar(um ser vivo) modificações no seu comportamento. Isso significa que tudo o que é vivo reage. Considerando a definição etimológica da palavra que é opor a uma ação outra que a contrarie, reajo indignado à condição a que somos submetidos como povo. Somos formatados para não reagir. Basta ouvir os especialistas (que quase sempre teorizam sem qualquer experiência prática sobre o que falam) para constatar isso. Eles estão na mídia o tempo todo dizendo: NÃO REAJA!!! Na cultura brasileira, reagir é meio pejorativo. Quem reage é facilmente confundido com rebelde, baderneiro, mau caráter, enfim, gente que deve ser punido ao invés de ser ouvido. Confundimos o ser passivo com o ser pacificador, por isso, internalizamos a ideia de que a pacificação só é possível mediante  a passividade. Fazemos seguro de carro, de casa e de eletrodomésticos exatamente para não sermos tentados a reagir quando alguém quiser nos roubar. É como dizer ao bandido ___Pode…
Imagem
EM TEMPO?                                                                                                                                           
Na reta final da campanha o  TSE – Tribunal Superior Eleitoral  acordou!!!


Inerte e indiferente aos embates no horário eleitoral, o TSE resolveu mostrar a cara aos 45 do segundo tempo. O Tribunal suspendeu uma propaganda da Dilma que proferia ofensas pessoais a Aécio e prometeu ficar de olho para evitar que as agressões se repitam na campanha. De fato, a candidata Dilma andava meio sumida. Os spots eleitorais só falavam de Aécio e mostravam a foto do candidato. Tanta maledicência que nem os ministros do TSE (duvido que eles assistam horário eleitoral) aguentaram.
Pena que essa decisão veio tarde, mas antes tarde do que nunca. Confesso que ainda não sei se isso foi para evitar a resposta que o PSDB estaria preparando para os dias que restam de campanha, o que seria fatal para Dilma, ou se realmente alguém quer por ordem na casa. Mas, seja como f…
Imagem
 Vitória da Família                                                 

As eleições do último dia 5 de outubro encerraram uma disputa eleitoral sem precedentes. Nunca antes na história deste País a família esteve tão ameaçada em sua base e tão perseguida. Há tempos (sobretudo nos últimos 4 anos) se vem tentando “empurrar” goela a baixo um projeto de demolição dos valores morais, éticos e, sobretudo, familiares. Além da institucionalização da corrupção, com a gangue do poder assaltando os cofres públicos sob a proteção do governo, os petralhas (PT+Aliados+Metralha) viraram sua artilharia contra a família. O horário político deste ano teve de tudo. Defenderam aborto, casamento gay, liberação das drogas escancaradamente, como se isso fosse normal.  O horário político de alguns candidatos deveria ser proibido para menores. É no mínimo falta de bom senso, fazer esse tipo de proposta sem tirar as crianças da sala. Pior que isso, só a criminalização da opinião que estão tentando impor sobre nós …
Imagem
 Sorriso Verde e Amarelo                                      

Já vai adiantada a nossa copa e daqui a pouco (claro que ainda tem muita bola pra rolar) já vamos saber quem será o campeão do mundo dessa vez. Gosto de futebol e gosto mais ainda da seleção. A seleção é uma paixão a parte do futebol. Pouquíssimas instituições são tão representativas quanto uma seleção de futebol. A representatividade é tão forte que não a tratamos como seleção. A chamamos de Brasil. Se ela vai bem dizemos:___O Brasil vai bem na copa. Se não: ___O Brasil muito ruim! Se aplaudimos ou vaiamos estamos nos referindo ao Brasil. A seleção não tem cor, mas carrega  as cores do Brasil, e isso é tão emblemático que mexe com a gente, mesmo que a gente não queira. Falava-se em protestos no sentido de parar a copa, mas quem consegue colocar o brasileiro nas ruas na hora do jogo do Brasil? O brasileiro quer estar no Estádio (embora esse privilégio seja para poucos), nas praças, nos botecos ou em casa com os amigos ass…
Imagem
 Quem cassou Massouh?                                       




"O deputado Raad Massouh (PPL) foi cassado nesta quarta-feira (30/10) por 18 votos favoráveis. Massouh é acusado de desviar recursos públicos de uma emenda liberada por ele em 2010.O resultado da votação de 23 deputados na Câmara Legislativa saiu por volta de 19h30. Na votação, 18 deputados foram favoráveis a cassação de Raad, três votaram pela não cassação e outros dois se abstiveram".  



A notícia surpreende por uma razão muito simples. O voto foi secreto. Quando muitos de nós pensávamos que a pizza estava no forno (fizemos até um bolão de mentirinha no trabalho) o resultado foi de queimar a língua. Mas, como na política vale o ditado popular (culpa deles) de que quando a esmola é grande o cego desconfia, a pergunta que não quer calar, embora seja feita de forma velada é: quem cassou o Massouh?Todo mundo sabe que os autores da façanha foram os deputados distritais. Maaaas... A gente tem motivos para crer que diante d…
Imagem
Peça quanto quiser. Coma quanto pedir                                                                                

A frase não é minha. Eu era criança e meu pai me levou para visitar a empresa onde trabalhava. Na hora do almoço eu li essa frase no restaurante da fábrica e hoje ela me pareceu apropriada para o que vou dizer a seguir.

O mundo dedicou o dia 16 de Outubro para ser o dia mundial da alimentação. Não é feriado, não tem gente na rua fazendo manifestação e ninguém compôs uma música ou criou uma peça publicitária sobre o tema. Mas é pra comemorar que alguém tenha tido a ideia de criar o dia mundial da alimentação. O que esperar numa data como esta?  A primeira imagem que me veio à mente foi de uma mesa farta com frutas variadas, legumes, muita carne, sucos e massas, além das guloseimas que todo mundo aprecia de alguma forma, afinal, ninguém é de ferro. Pensei em grandes celeiros, dispensas lotadas e geladeiras cheias. Pensei em gente saudável, crianças “gordinhas” e muita festa.…
Imagem
Culpado ou inocente?                                                                                                                     

Estou muito triste. A minha tristeza tem a ver com uma pergunta: Culpado ou inocente? Essa é a pergunta que todos nós fazemos, diante da notícia da condenação, (em primeira instancia), do pastor Marcos Pereira a 15 anos de prisão sob acusação de estupro. Há, no Rio de Janeiro, uma Igreja em choque, uma família em sofrimento e muita gente ao redor sem entender nada. Acontece que não é apenas uma igreja local e sim a igreja brasileira que está em choque. Ainda me lembro das imagens e do áudio dos cultos, das cruzadas evangelísticas e das visitas aos presídios, realizados pelo pastor Marcos Pereira e sua equipe. Sou evangélico, e quando ouço alguém falar sobre o assunto, tenho a impressão de que as pessoas querem uma resposta e imaginam que nós evangélicos a temos, mas o nosso silêncio tem sido uma resposta que incomoda. Por que ficarmos calados se o ref…